MiaCasa Feng Shui

Crescemos no amor ou na dor?

Role para ver mais

Crescemos no amor ou na dor?

Quantos desafios estamos enfrentando nesse ano de 2015, né!? Parece que o mundo está vindo abaixo…Confesso que sabia que o ano não seria fácil, mas não tanto!

Meditei sobre isso cheguei a seguinte constatação: na vida só crescemos no amor ou na dor. Quando está tudo numa boa a gente não muda, não faz muito esforço… Deixa como está: afinal está tudo tão bom… Mas quando a coisa aperta… aí sim! É uma correria!

Mas tem muita coisa acontecendo como pano de fundo deste tumulto todo:

– Não somos melhores que ninguém! Cada um tem suas virtudes, suas qualidades… mas somos todos iguais! Nos diversos lugares que trabalhei, nunca fiz distinção dos mais humildes aos grandes chefões… Sempre enxerguei seres humanos, com suas limitações, desafios e merecimentos.

– Os desastres naturais são a força natureza clamando socorro diante de tanta brutalidade e egoísmo. Mas para nós, reles mortais você não acha que a lição vai mais além!?

Nos desastres, quando multidões necessitam conviver como irmãos em abrigos ou ginásios, com necessidades iguais, com humildade e caridade…é que vem o aprendizado.

Será que não conseguimos viver numa boa com nossos vizinhos!? Quantos deles não sabemos nem o nome e quando acontece uma tragédia somos obrigados a conviver no mesmo teto, com as mesmas dificuldades?

Num final de ano, bati de porta em porta dos vizinhos da minha rua para levar uma flor e um cartão… As reações foram diversas: espanto, surpresa, alegria e alguns não entenderam nada… Mas como gente!? Vivemos lado a lado e podemos sim conviver no amor, na troca, no convívio, na alegria!

Tudo o que está acontecendo é para um despertar coletivo de que precisamos nos conectar com nossa essência e viver como irmãos, não pensando e fazendo igual… Mas como pessoas, que precisam se relacionar, se respeitar, conviver e evoluir!

Crescer no amor não quer dizer que não exista dificuldade ou perda. Mas foi feita uma escolha… E cada escolha, uma renúncia. Na dor, normalmente não tivemos escolha e restará muito trabalho para construir ou mudar uma situação…

Muitos acham minha vida “cor de rosa”, mas passo meus perrengues como todos: mas minha escolha foi crescer no amor e não na dor.

Troquei o trabalho fixo para viver meu sonho: isso têm um preço (mas vale muito a pena!).

Perdi alguns amigos na jornada que achava que eram fiéis: conquistei muitos outros… Melhores até.

Optei por ter filhos mais tarde para nunca culpá-los dos meus fracassos: é uma escolha: para ter mais tempo e convívio com eles, mas muitos (ainda) não entendem.

Não espero datas comemorativas para dizer “te amo”, “obrigada por tudo”, “estou com saudade”. Sou gentil e trato todas as pessoas da mesma forma: com respeito e carinho.

Hoje tenho muito menos que (achava que tinha) antes… mas o que tenho é muito mais real e verdadeiro. O suficiente.

E você !? Está crescendo no amor ou nos golpes duros da vida!?

Compartilhe

Veja Também

Período de Transição que estamos atravessando

A verdadeira Cura

Mulheres Curadoras

Relação com o Dinheiro

Alguma dúvida?

Tem alguma dúvida sobre Feng Shui? Envie para nossa equipe!